O Surgimento do Guia do Novo Membro DeMolay

O Surgimento do Guia do Novo Membro DeMolay

Uma das minhas passagens dentro da Ordem DeMolay se deu com uma publicação de um guia, que por ora não lembro o nome, mas teve papel fundamental para meu aprimoramento dentro da Organização e também ajudou bastante os consultores do capítulo. Durante uma das reuniões de planejamento do capítulo, um consultor recém integrado a Ordem DeMolay viu o guia que eu lia e se interessou pela publicação. Através da leitura se apaixonou pela Ordem DeMolay e acabou subindo aos postos de liderança e inclusive se tornando Grande Mestre Estadual. Sempre digo que é importante entender o que é a Ordem DeMolay para amá-la, pois ninguém ama aquilo que não conhece. O post de hoje relata o surgimento do Guida de Novo Membro, a corelação dele com a premiação de Representante DeMolay (RD) e a sua versão atual.

Uma das publicações mais úteis impressas pela Ordem DeMolay ao longo dos anos foi o Livro de Registro do Membro. Impresso pela primeira vez em meados da década de 1920, o Livro de Registro de Membros era como um mini-manual para novos membros aprenderem a história e os costumes da Ordem e acompanharem seu progresso em direção a um caráter bem formado. Claro, ele foi projetado para ajudá-los a ganhar o Prêmio de Representante DeMolay. No LRM, um membro poderia registrar a data da sua iniciação e aprender sobre o Supremo Conselho, sua sede e funcionamento.

Na Terceira Edição de 1928, com uma capa roxa em relevo, há espaço para registrar o recebimento de “Monogramas” (como “letras” escolares)1 por participar de pelo menos uma equipe do Capítulo. Naquela época, as Barras de Mérito eram chamadas de “Medalhas de Mérito”, das quais havia 17 na época.

1 – Uma pausa aqui para falarmos sobre essas tais “letras” escolares. Quem aí tiver boa memória, vai lembrar de um prêmio entregue pelo então Grande Mestre Internacional Derek Sprague em março de 2015 na cidade de Foz do Inguaçu no estado do Paraná, onde ele explicou que se tratava da entrega da letra “D” da Ordem DeMolay. Como no Brasil nós não temos a cultura deste tipo de premiação, aqui vai a explicação do que se trata, pois talvez nem os recipientes das “letras” saibam.

 

“Letrar” na faculdade significa que alguém atingiu um certo nível de sucesso em um time de esportes universitários. Quando um aluno faz isso, ele recebe uma letra de tecido (geralmente a primeira letra do nome da escola/universidade), que pode ser costurada em uma jaqueta da escola/universidade. A tradição começou em Harvard em 1865, quando membros do time de beisebol colocaram uma letra Hs gigante em seus suéteres de uniforme.

 

Os requisitos podem variar de uma escola/universidade para outra e também podem variar entre diferentes esportes na mesma universidade/escola. Geralmente, a pessoa não só precisa estar no time do colégio ou da universidade, mas também deve ser um dos atletas mais bem-sucedidos da equipe. Por exemplo, alguém pode ter marcado mais gols, vencido mais corridas, jogado com mais frequência, etc. Os alunos também devem ter boas notas e ter bom caráter.

 

Nos EUA, pode-se “letrar” em um esporte tanto no colégio quanto na faculdade / universidade. Algumas escolas também oferecem letras do time do colégio para aqueles que tiveram sucesso em atividades não atléticas, como um debate escolar ou equipe de robótica.

Na nona edição de 1944, um DeMolay poderia registrar seu histórico de serviço como oficial e expandir as áreas de serviço que cada membro poderia registrar, novamente, levando-o a concluir o Prêmio de Representante DeMolay.

Na década de 1950, o LRM incluía fotos em uma página inteira do Presidente Harry Truman (EUA) e Tio Land e do atual Grande Mestre da DeMolay.

A edição de 1959 tinha a capa mais simples, mas foi a última a incluir Tio Land como Secretário Geral, e a primeira a incluir fotos do novo edifício da Sede DeMolay no endereço 201 East Armor Blvd., compartilhado com a Phillips Petroleum Company .

Na época do 50º aniversário, a fonte havia ficado menor e o LRM incluía uma biografia de Tio Land.

O Livro de Registro de Membros não mudou muito ao longo dos anos porque era uma ferramenta eficaz para cada novo membro aprender rapidamente sobre a cultura e os programas da Ordem DeMolay. Ele foi descontinuado na década de 1980 como uma medida de redução de custos, quando o Supremo Conselho votou para enviar o Manual DeMolay atualizado, renomeado como Guia de Recursos para Líderes DeMolay, para TODOS os novos membros como parte de uma justificativa de aumento de taxas.

Mais recentemente, todos os livros foram substituídos por sites, mídias sociais e aplicativos de telefone. A publicação mais recente que está mais próxima do antigo Livro de registro de membros está agora disponível nos sistemas do DeMolay Internacional assim como no Supremo Conselho DeMolay Brasil e é intitulada “Guia do novo membro”.

O Guia do Novo Membro como conhecemos hoje no Brasil, foi inserido no ról de guias suplementares na Ordem DeMolay em 2010 durante a gestão administrativa do então Grande Mestre Nacional Ederson (Karate) Velasquez.

 

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Você pode usar esses HTMLs e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>